Dançar é uma das atividades mais prazerosas para se alcançar uma vida saudável. A dança possui inúmeros efeitos positivos em condições neurodegenerativas que vem recebendo crescente comprovação científica. É uma atividade complexa que envolve um sofisticado processamento neural, incluindo funções motoras, emocionais, sensoriais, cognitivas e psicossociais, com grande potencial como estratégia terapêutica. Baila Parkinson foi criado em 2015 com o objetivo de desenvolver um programa de pesquisa e extensão inovador, investigando o impacto da dança sobre a progressão clínica do paciente com Parkinson. Criamos uma metodologia de dança especializada no trabalho das necessidades específicas do paciente com Parkinson, envolvendo vertentes da dança teatral à dança moderna. O serviço é oferecido gratuitamente à comunidade.

Ocupar-se é algo inerente ao ser humano, principalmente quando se tratam daquelas ocupações que necessitamos, gostamos e/ou temos vontade. É algo que tem relação com a qualidade do viver. E quando estamos diante de um momento da vida em que algo ou uma situação altera ou ameaça as nossas ocupações do dia-a-dia? Na doença de Parkinson, podem ser geradas inúmeras situações que modificam as ocupações diárias. O projeto Ocupa Parkinson tem o objetivo de prestar assistência terapêutica ocupacional às pessoas com diagnóstico da Doença de Parkinson e cuidadores, avaliando e prestando assistência ao desempenho ocupacional, na capacidade e na independência funcional, bem como na qualidade de vida. Oferece um espaço para avaliar a pessoa e o cuidador no âmbito do fazer e suas repercussões e promover uma vida ocupacional saudável, participativa, com sentido e significado para pessoas com diagnóstico de Doença de Parkinson e cuidadores.

Receber o diagnóstico de uma doença neurodegenerativa incurável pode ser devastador. A Doença de Parkinson é acompanhada por sintomas que afetam o bem-estar psicológico do paciente, o que pode agravar o efeito emocional decorrente do diagnóstico. Nesse contexto, o acesso a informação de qualidade tem importância fundamental no enfrentamento da doença. O projeto Parkinson em foco objetiva desenvolver material audiovisual para disseminação de informações acerca da DP, bem como fornecer acesso às terapias complementares desenvolvidas no Grupo Parkinson através da produção e difusão de vídeo aulas disponíveis àqueles pacientes que têm dificuldade de acesso a programas presenciais.

Os diversos sintomas motores da doença de Parkinson comprometem a capacidade funcional dos portadores e resultam em um elevado índice de quedas, atribuídos aos comprometimentos no equilíbrio, propriocepção e locomoção. Neste sentido a reabilitação motora tem um importante papel contrapondo-se aos efeitos da doença, podendo promover benefícios na mobilidade destes pacientes. A presente proposta tem como meta implementar e promover ações em reabilitação motora voltadas para a manutenção do movimento funcional de acordo com as cinco áreas centrais definidas pela diretriz européia de fisioterapia para a doença de Parkinson: a capacidade física, transferências, atividades manuais, equilíbrio e marcha.

© 2017 by Parkinson Group.